Regular

ESPANHOL

Curso extensivo para adultos:

Compreende 4 níveis de acordo com a nomenclatura do quadro Comum Europeu, divididos em 8 períodos sequenciados, de 45 horas de aula cada um, totalizando 360 horas, conforme equivalências a seguir:

 

Nivel equivalente do QECRL

Carga horária
QECRL

Nível Programa Cursos de  Linguas

Carga horária do período

A1

90 horas

Espanhol 1

45 horas

Espanhol 2

45 horas

A2

90 horas

Espanhol 3

45 horas

Espanhol 4

45 horas

B1

90 horas

Espanhol 5

45 horas

Espanhol 6

45 horas

B2

90 horas

Espanhol 7

45 horas

Espanhol 8

45 horas

 

1. Para os objetivos dos Cursos de Línguas é considerado adulto o aluno que tiver no mínimo 15 (quinze) anos de idade.

2. O termo sequenciados, significa gradação programática. Significa, também, que cada nível ou período tem como pré-requisito o nível ou período imediatamente anterior do mesmo curso.

3. Os certificados são emitidos após a conclusão de cada nível equivalente do QCERL . A carga horária para emissão do certificado é obtida, somando-se a carga horário que o aluno cursou no Programa de Extensão Cursos de Línguas.

FREQUÊNCIA E AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO:

A frequência mínima às aulas é de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária de cada nível e curso.

 

Nos cursos sequenciais, os alunos são avaliados por um sistema de avaliação do desempenho representado pelos conceitos A, B, C e D, sendo este último equivalente a reprovação. Para ser aprovado, o aluno deverá obter o conceito mínimo C para ser aprovado. O conceito C significa que, em seu desempenho, o aluno atingiu 60% do total que dele se espera nas quatro “habilidades” (compreensão oral, produção oral, compreensão de leitura e produção escrita, nesta ordem de prioridades).

 

EMENTAS, PROGRAMAS E BIBLIOGRAFIAS: 

ESPANHOL A1

EMENTA

Desenvolvimento de competência linguística referente ao uso e compreensão da língua espanhola. Incluem-se estudos de vocabulário, pronúncia, sintaxe e semântica, com ênfase na comunicação e compreensão oral, bem como noções introdutórias referentes à cultura dos países de língua espanhola.

PROGRAMA

1. Competências comunicativas

Dar informação pessoal. Soletrear o nome e o sobrenome. Apresentar-se. Falar da nacionalidade. Dizer onde mora.  Conhecer formas de tratamento. Saudações e despedidas formais e informais. Falar dos estudos e das profissões. Dar o endereço. Pedir e dar informação pessoal. Falar das pessoas e do tempo livre. Descrever uma pessoa. Falar da família. Expressar e compartilhar gostos. Descrever a vida cotidiana. Descrever a casa. Explicar a vida cotidiana. Informar sobre as atividades dos outros. Falar dos horários. Visitar uma cidade. Falar das férias. Descrever uma viagem. Descrever um bairro. Pedir informação. Falar sobre endereço e meios de transporte. Falar dos horários. Falar da origem e do destino. Falar sobre preços. Expressar distância. Dar instruções. Falar sobre dieta e comidas. Preparar o café-da-manhã. Explicar uma receita. Escolher um cardápio. Convidar alguém. Falar das partes do dia. Expressar obrigação. Falar de preferências. Pedir a conta. Oferecer e convidar. Falar da cultura e dos espetáculos. Planejar um fim de semana. Marcar um encontro. Falar sobre lazer. Expor razões. Falar de intenções. Propor atividades. Expressar finalidade. Expressar causa. Falar sobre vestimenta e clima. Fazer a mala. Explicar acontecimentos passados. Perguntar sobre o clima. Escrever notícias de imprensa. Descrever a roupa. Expressar intensidade, quantidade, opinião, acordo e desacordo.

2. Competências (inter)culturais

Durante as interações sociais, as transações e o processamento de textos familiarizarem-se com procedimentos para suprir as lacunas ou vazios que tem respeito à base comum que compartilham os nativos.

BIBLIOGRAFIA:

ALONSO CUENCA, Montserrat; PRIETO PRIETO, ROCÍO. Embarque 1. 1ª edição. Madrid, Edelsa. 2012.

GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar Verbos de España y de América. Madrid, Edelsa, 2011.

INSTITUTO CERVANTES. Plan curricular del Instituto Cervantes. Niveles de referencia para el español A1 A2. Madrid, Edelsa, 2007.

MATTE BOM, Francisco. Gramática Comunicativa de Español, Tomos I e II. Madrid, Edelsa, 1997.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Diccionario Panhispánico de Dudas. Madrid, Santillana, 2005.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Nueva gramática de la lengua española. Madrid, Espasa Libros, 2010.

 

ESPANHOL A2

EMENTA

Desenvolvimento de competência linguística referente ao uso e compreensão da língua espanhola. Incluem-se estudos de vocabulário, pronúncia, sintaxe e semântica, com ênfase na comunicação e compreensão oral, bem como noções referentes à cultura dos países de língua espanhola.

PROGRAMA

1. Competências comunicativas

Conhecer outras pessoas. Apresentar-se. Perguntar pelos estudos. Falar da vida de uma pessoa. Falar da vida acadêmica. Solicitar um emprego. Falar sobre viagens. Narrar uma viagem. Falar da hospedagem favorita. Conhecer e comprar em diferentes estabelecimentos. Escolher um presente. Falar de compras.  Falar de esportes na academia. Comparar ações e lugares. Falar de uma etapa da vida pessoal. Falar de si mesmo e dos outros: expressar sentimentos. Falar sobre relacionamento das pessoas. Falar de conhecimentos e habilidades. Expressar desejos. Oferecer ajuda: recusar ou aceitar. Marcar consulta médica. Expressar sentimentos e reagir frente às coisas; expressar aborrecimento. Protestar.

2. Competências (inter)culturais

Incorporar e ativar os conhecimentos (culturais, socioculturais e linguísticos), as destrezas e as atitudes que lhe ajudem a enfrentar-se às situações interculturais. Intercambiar experiências com os companheiros de grupo e seguir as pautas que proporcionam o professor e os materiais de ensino.

BIBLIOGRAFIA:

ALONSO CUENCA, Montserrat; PRIETO PRIETO, ROCÍO. Embarque 2. 1ª edição. Madrid, Edelsa. 2012.

GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar Verbos de España y de América. Madrid, Edelsa, 2011.

INSTITUTO CERVANTES. Plan curricular del Instituto Cervantes. Niveles de referencia para el español A1 A2. Madrid, Edelsa, 2007.

MATTE BOM, Francisco. Gramática Comunicativa de Español, Tomos I e II. Madrid, Edelsa, 1997.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Diccionario Panhispánico de Dudas. Madrid, Santillana, 2005.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Nueva gramática de la lengua española. Madrid, Espasa Libros, 2010.

 

ESPANHOL B1

EMENTA

Desenvolvimento de competência linguística referente ao uso e compreensão da língua espanhola. Incluem-se estudos de vocabulário, pronúncia, sintaxe e semântica, com ênfase na comunicação e compreensão oral, bem como noções referentes à cultura dos países de língua espanhola.

PROGRAMA

1. Competências comunicativas

Narrar. Valorizar o passado. Organizar um relato. Debater e opinar: expressar opinião em uma carta formal. Descrever a casa; alugar uma casa de verão; descrever um objeto. Convidar e aceitar um convite. Perguntar pela habilidade de fazer algo. Expressar habilidade para fazer algo. Falar do caráter e do estado de físico e de ânimo. Descrever e destacar qualidades físicas e gênioExpressar obrigação e necessidade. Expressar orgulho e vergonha. Expressar sentimentos.Expressar tempo, frequencia, afirmação e modo. Contar um acontecimento passado anterior a outro também passado. Pedir a alguém que repita o que disse. Posicionar a favor e contra. Aconselhar, propor e sugerir. Aceitar e rejeitar uma proposta. Falar de gosto, preferencia e interesses. Expressar ações possíveis e futuras. Fazer prognósticos e predição.

2. Competências (inter)culturais

Proporcionar estratégias que permitam o desenvolvimento do aluno em situações interculturais não excessivamente complexas. Durante as interações sociais, as transações e o processamento de textos, uso estratégico de procedimentos para suprir as lacunas ou vazios que tem respeito à base comum que compartem os nativos.

BIBLIOGRAFIA:

ALONSO CUENCA, Montserrat; PRIETO PRIETO, ROCÍO. Embarque 3. 1ª edição. Madrid, Edelsa. 2012.

GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar Verbos de España y de América. Madrid, Edelsa, 2011.

INSTITUTO CERVANTES. Plan curricular del Instituto Cervantes. Niveles de referencia para el español A1 A2. Madrid, Edelsa, 2007.

MATTE BOM, Francisco. Gramática Comunicativa de Español, Tomos I e II. Madrid, Edelsa, 1997.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Diccionario Panhispánico de Dudas. Madrid, Santillana, 2005.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Nueva gramática de la lengua española. Madrid, Espasa Libros, 2010.

 

ESPANHOL B2

EMENTA

Desenvolvimento de competência linguística referente ao uso e compreensão da língua espanhola. Incluem-se estudos de vocabulário, pronúncia, sintaxe e semântica, com ênfase na comunicação e compreensão oral, bem como noções referentes à cultura dos países de língua espanhola.

PROGRAMA

1. Competências comunicativas

Compreender textos biográficos no passado. Compreender acontecimentos e ações anteiores a outras no passado. Apresentar uma curiosidade. Reagir ante um comentário. Compreender intervenções radiofónicas. Redigir uma experiênia pessoal. Expressar probabilidade. Expressar acordo/desacordo. Compreender relatos de viagens. Organizar uma viagem. Redigir uma carta formal de reclamação. Compreender textos pessoais de diferentes temas. Compreender textos literários: fábulas. Redigir textos pessoais: anecdotas. Compreender textos jornalísticos. Expressar sentimentos negativos. Expressar condição. Redigir textos descritivos: a receita. Pedir e dar opinião. Compreender textos especializados. Propor atividades. Aceitar e rejeitar uma proposta ou convite. Compreender documentários. Redigir textos descritivos: escrever uma resenha cinematográfica. Compreender textos de revistas especializadas em medicina. Fazer recomendações. Aconselhar. Expressar obrigação e necessidade. Compreender anúncios radiofónicos promocionais. Redigir textos narrativos-descritivos.

2. Competências (inter)culturais

Proporcionar estratégias que permitam o desenvolvimento do aluno em situações interculturais não excessivamente complexas. Incorporação e ativação estratégica dos conhecimentos (culturais, socioculturais e linguísticos), as destrezas e as atitudes que lhe ajudem a enfrentar-se às situações interculturais.

BIBLIOGRAFIA:

ALONSO CUENCA, Montserrat; PRIETO PRIETO, ROCÍO. Embarque 4. 1ª edição. Madrid, Edelsa. 2012.

GONZÁLEZ HERMOSO, Alfredo. Conjugar Verbos de España y de América. Madrid, Edelsa, 2011.

INSTITUTO CERVANTES. Plan curricular del Instituto Cervantes. Niveles de referencia para el español A1 A2. Madrid, Edelsa, 2007.

MATTE BOM, Francisco. Gramática Comunicativa de Español, Tomos I e II. Madrid, Edelsa, 1997.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Diccionario Panhispánico de Dudas. Madrid, Santillana, 2005.

REAL ACADEMIA ESPAÑOLA; ASOCIACIÓN DE ACADEMIAS DE LA LENGUA ESPAÑOLA. Nueva gramática de la lengua española. Madrid, Espasa Libros, 2010.

 

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910